sexta-feira, junho 22, 2012

Sorri



Meu coração reconheceu teu sorriso.
Bateu desembestado
Feito zabumba aperreada
Na mão do forrozeiro.

Foi como na primeira vez que te vi
Quando eu, ainda menino
Fazia guerra de juá no pátio do colégio
Me sentindo tão gente grande

Te vi sentada nas escadinhas
Deus do céu, tu já eras tão linda!
Porque eu era tão criança
E tu tão mulher?

Desde aquele dia
O sol apareceu e fugiu um bocado de vezes
A lua cansou de beijar o velho Chico
Aquele pátio virou querência da memória

Mas tua graça persiste
O resto do mundo é ponto cego se você sorri

22 comentários:

  1. Desde sempre é assim, caro Will: elas crescem primeiro, desabrocham antes de nós, que seguimos na vida à reboque do encanto que elas tem. Só nos resta declarar derrota à beleza e ao charme delas e nos jogar no regaço de tanta querência.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Fabrício. Sempre tão mulheres, e nós, sempre tão garotos.

      Excluir
  2. Muito bonito...

    :P

    http://feiffercereja.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Vc é um arraso, primo! Te amo
    Samara

    ResponderExcluir
  4. Arrasou!! Lindo!

    ResponderExcluir
  5. Tenho tanto orgulho desse meu amigo, tanto orgulho que congelo só de ler estes poemas/crônicas...fico sem palavras! :D

    Parabéns, Will!

    ResponderExcluir
  6. Que lindo, Will!
    "O resto do mundo é ponto cego se você sorri"
    Gosto demais da sua poesia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VocÊ não sabe o quanto fico feliz em saber disso!
      Brigadão por aparecer por aqui!

      Excluir
  7. eu já disse, né?, que adoro esse teu estilo de contar histórias - não importando se verdadeiras ou não - em versos.
    o que vale mesmo é que é sempre bem contada! e é esse o graciosismo da viagem! =)

    beso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vindo de você isso me deixa extremamente contente, de verdade. Admiro muito seu modo de escrever. Se vc gosta do que escrevo, sinto-me honrado de verdade.

      beijão!

      Excluir
  8. Will, um sorriso puro e sincero tem um poder que a maioria desconhece. Muito bonito o poema, especialmente porque compreendo.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Sissym. Um sorriso tem o poder de desarmar tudo nesse mundo.
      Só de saber que houve entendimento entre os sentimentos, fico satisfeito!

      beijo!

      Excluir
  9. E tem coisa melhor nesse mundo do que um sorriso, moço?
    Eu sou tão fã que já listei como prioridade!

    Encantadad!

    Beijo doce!

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito da maneira como escreve!
    Voltarei!
    Foi nostalgico... :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto-me honradíssimo, Miinah!

      Vai ser sempre um prazer te ter por aqui.

      Beijão!

      Excluir

Obrigado pela caminhada